CASA - 25/02/2019

Serviço de personalização de apartamentos atrai consumidores em Goiânia


(Divulgação)

A personalização de apartamentos tornou-se um dos principais atrativos na hora de se escolher um imóvel. A possibilidade de poder realizar mudanças que deem ao ambiente a identidade do cliente é um serviço oferecido em Goiânia de forma pioneira pela Opus Incorporadora, que está no mercado há 12 anos na capital, em Anápolis e Palmas. Cerca de 60% das unidades vendidas passam por personalização. 

Segundo o arquiteto responsável pelo departamento de personalização da Opus, Paulo Reis, a personalização pode ser solicitada durante a execução da estrutura do prédio. “Nossa equipe entra em contato com o cliente e, em reunião presencial, faz-se a apresentação do processo e alinha-se todos os prazos”, explica.

A personalização inclui serviços como troca de piso, portas, maçanetas, revestimento, acréscimo de uma ilha ou, por exemplo, de uma banheira. Mas pode ir além, permitindo ao cliente ampliar ou reduzir ambientes. “O acabamento também está incluso”, acrescenta Paulo.

Conforme destaca o arquiteto, quatro itens básicos não podem ser alterados: fachada, estrutura, dutos e prumadas (canais por onde passam fiações e tubulações).  “Fora isso, todas as mudanças são passíveis de avaliação. O projeto apresentado pelo cliente é avaliado e, sendo viável, a incorporadora poderá executar”, ressalta.

Vantagens

Além de proporcionar ao cliente a tranquilidade de saber que, assim que pegar a chave seu apartamento já estará customizado, a personalização também assegura os mesmos materiais de qualidade com os quais a incorporadora edificou a obra, e concede até cinco anos de garantia, a depender do item. Tais vantagens foram fundamentais para que a advogada Fernanda Souza Azevedo Rodrigues optasse pela personalização. Ela é proprietária de um apartamento no empreendimento Casa Opus Areião.

Fernanda ressalta que, quando realizou obra de personalização em seu imóvel anterior, após ter pego a chave, ficou incomodada com a demora da entrega e valor cobrado, e ainda precisou lidar com o fato de não haver garantia dos serviços realizados. “Quando você faz a personalização com a própria incorporadora, só há vantagens. Entrei em um apartamento com a minha cara, não precisei me preocupar com obra, e o serviço ainda ficou bem mais em conta do que se tivesse feito à parte”, conta.

Ela ampliou a cozinha, o quarto da filha, transformou uma suíte em escritório, trocou as bancadas e fez uma mesa. Também substituiu todo o piso e revestimento. “Ficou exatamente como eu queria”, ressalta.

Exclusividade

A arquiteta Tatiane Menezes fez a personalização da cobertura do imóvel Casa Opus Vaca Brava. Ela ressalva que, se a customização fosse solicitada após a entrega do empreendimento, algumas demandas não seriam possíveis de executar. “Por exemplo, existia um elevador extra dentro do apartamento. O cliente não via a necessidade e pediu para eliminar. Uma alteração que não seria possível sem a intervenção da incorporadora junto aos projetistas”, explica.

“O cliente tem um apartamento exclusivo, sem precisar abrir mão de usar o espaço como sempre sonhou”, acrescenta.

Veja também