VIAGEM - 28/01/2020

O que fazer em Santiago, no Chile


Santiago, a linda capital chilena, que para alguns chega a lembrar até lugares da Europa, ganha cada vez mais a atenção dos turistas brasileiros que se encantam por suas ruas limpas, arborizadas e pela variedade de parques, museus e restaurantes.

Em 2018, segundo dados do Sernatur (Serviço Nacional de Turismo do Chile), nosso vizinho andino recebeu a visita de 589 mil brasileiros, 8,1% a mais do que no ano interior. Tamanho reconhecimento por parte dos brasileiros tem motivos: seja pela proximidade - um voo de São Paulo para Santiago dura pouco mais de 4 horas, ou por estar tão próximo da neve - nos meses de julho a setembro é possível vê-la caindo bem pertinho de Santiago.

Para você se inspirar em 2020 e colocar o país na sua rota de visitas obrigatórias, enumeramos algumas dicas de passeios na capital chilena e arredores:

Cerros Santa Lucía e San Cristóbal

Os dois principais cerros de Santiago ficam perto do centro da cidade, possuem fácil acesso e estão bem próximos um do outro, o que facilita a visitação em um mesmo dia. De ambos é possível ter uma vista incrível da cidade e da Cordilheira dos Andes e é uma ótima oportunidade para conhecer os funiculares, os famosos trenzinhos que levam os turistas até o topo do cerro.

Sky Costanera

Com 300 metros de altura, o edifício é o mais alto da América Latina e o mirante localizado em seu 62º andar proporciona aos visitantes uma visão 360º de toda a cidade. A dica é subir no edifício no fim da tarde e acompanhar o pôr-do-sol e as luzes da cidade se acendendo com o início da noite.

Valle Nevado

A maior e mais charmosa estação de esqui da América Latina está localizada a apenas 1h30 de Santiago e é uma opção de passeio imperdível para quem quer conhecer a Cordilheira e a neve que cai durante os meses de junho a setembro. O complexo possui 3 hotéis, mais de 40 pistas de todos os níveis, restaurantes, bares, spa, fitness center, piscina aquecida, escola de esqui para adultos e crianças, lojas de aluguel de roupas e equipamentos para a prática de esportes de neve. Durante o verão, sua vegetação e paisagem mudam completamente e os turistas que sobem a montanha podem fazer passeios de teleférico, trilhas de trekking e de bike, utilizar a piscina climatizada, além de apreciar suas diversas opções gastronômicas.

Palácio de La Moneda

Sede do governo chileno, o prédio do início do século 19 é um dos principais pontos turísticos de Santiago e merece a visita. Além de se poder conhecer o interior do palácio, na sua área externa, às 10h da manhã, em dias alternados, acontece a troca da guarda. Imperdível!

Patio Bellavista

Inaugurado em 2006, concentra 70 bares, restaurantes, lojinhas e até um hotel boutique. O local recebe anualmente 8 milhões de visitas e oferece atividades permanentes e gratuitas como concertos, exposições de fotografia, pintura, escultura, feira de vendas de livros, entre outras.

Veja também