LIFESTYLE - 20/09/2016

Legado de família

Na Construtora Bambuí a trajetória de comprometimento com os sonhos de seus clientes reflete a essência familiar da empresa



Lucas Pereira

 

A forma como a Construtora Bambuí compreende o conceito de ‘morar bem’ talvez venha da dinâmica familiar que a envolve. Ainda criança, Humberto Furlanetto assistiu ao pai, Joaquim Barbosa, fundar a incorporadora. Dizer que ele cresceu com a empresa não é nenhuma mentira.

Hoje, como diretor de incorporação e comercial, assume a responsabilidade diante do legado da família que completa 23 anos de existência. “Os desafios são diários e talvez o mais difícil seja não apenas atender, mas sim surpreender diariamente nossos clientes”, garante o empresário.

Criada em 1990, a Bambuí iniciou sua história com foco em revenda de imóveis, até que a partir de uma parceria passou a investir no mercado de incorporação. Assim, atuando como construtora, incorporadora e imobiliária, a versatilidade tornou-se mais do que uma característica, mas um compromisso da empresa.

Ao contrário do que se possa imaginar, o ramo imobiliário não é uma área basicamente concreta – com o perdão do trocadilho – e matemática. Essa seara de negócios lida com sonhos e anseios extremamente íntimos de variados grupos familiares. Tudo vai muito além das metragens. “Todo cliente tem uma história, uma necessidade específica a ser atendida, tentamos sempre tornar a experiência de cada um única e personalizada”, afirma Furlanetto.

BAMBUÍ NA MORAR MAIS

A Bambuí volta suas atenções para uma união com a Mostra Morar Mais Por Menos. “Essa parceria surgiu da nossa vontade de relançar uma ação vencedora realizada no passado: ambientar mostra de interiores”, revela Humberto Furlanetto. Para o diretor, o evento é uma celebração à criatividade, além de aproximar empresas e profissionais do segmento de arquitetura, decoração e design.

“Acredito que no mercado imobiliário não há ação que possa dar mais visibilidade. Vale ressaltar que a visibilidade aqui não se limita a ver, ler ou escutar um anúncio e sim em visitar uma obra, olhar os detalhes, desfrutar momentos de lazer, ou seja, algo muito mais ampliado e sensorial”, pontua.

O resultado poderá será conferido a partir de agosto no Palco Vaca Brava, empreendimento da Bambuí em fase de construção no setor Bueno. “O relacionamento da Bambuí com o público nada mais é que o somatório das experiências que proporcionamos. Queremos fazer parte da vida das pessoas. Queremos ser vistos e lembrados não como uma empresa que vendeu um bom produto, mas sim como uma empresa que pode ser vista como uma amiga.”, conclui.

Veja também