CASA - 11/05/2018

Larissa Leite estreia na Casa Cor Goiás em ambiente que propõe repensar o “esperar”


A designer de interiores Larissa Leite faz sua estreia na edição de 2018 da Casa Cor Goiás, maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. A mostra será realizada de 3 de maio a 13 de junho, no Órion Businesse & Health Complex. Com a responsabilidade de dar vida para um espaço de 37 metros quadrados, Larissa mergulha no universo das clínicas e hospitais para desvendar os anseios de quem passa por ali.

Com o tema “Casa Viva”, a designer elaborou o projeto “A espera dos consultórios”, um espaço que repensa o conceito de esperar. “Os espaços foram criados para driblar a sensação de ansiedade que toma o paciente em uma sala de espera de um consultório médico e que pudesse contribuir para que o momento da espera fosse tranquilizante e trouxesse paz.

As cores predominantes no projeto como rosê, bordô e neutro contribuem para a proposta tranquilizadora do espaço, fugindo do padrão hospitalar. O conforto do linho, veludo e veludo cotelê revestem as poltronas, tapete e sofás. No jardim interno, os vasos vietnamitas foram a escolha da artista para receberam três espécies de plantas, formando um jardim interno, fundamental para a melhora do humor, segundo a designer.

A espera dos consultórios, espaço de Larissa Leite na 22ª Casa Cor Goiás (Foto: Jomar Bragança)

O mobiliário flexível e contemporâneo cria possibilidades diferentes de uso do espaço, seja a leitura, com poltrona e iluminação direcionada; o sofá, para quem prefere um pouco mais de aconchego, e a namoradeira, que permite contemplar a vista alta da cidade, que o 40ª andar, onde o ambiente está situado, proporciona. O espaço multiuso ainda contempla uma estação com mesas e cadeiras que podem ser usadas para trabalho ou outro passatempo que alivie a tensão do esperar.

O aço gold é um dos detalhes que chamam atenção no espaço. Presente nas luminárias, painel de TV, no carrinho de chá e também no revisteiro; o metal casa perfeitamente com a proposta sofisticada e aconchegante do ambiente. As janelas também são diferenciais que, além de permitirem uma perspectiva única do alto da cidade, dão espaço para que a luz solar seja sempre bem-vinda. “As grandes janelas permitem que a luz natural adentre o espaço e garanta a leveza e a suavidade da sala e, para além, fomenta a vida do jardim interno que enfatiza a atmosfera positiva e feliz” propõe Larissa. O arremate fica por conta das obras de artes escolhidas em seu espaço, destacando as artistas goianas Nicolle Belchior e Ana Cristina dos Santos. 

Veja também