CASA - 07/07/2017

Elevadores garantem segurança e privacidade de famílias que vivem em condomínios verticais


No século I a.C. o arquiteto romano Vitruvius já descrevia o uso de uma plataforma suspensa para transportar verticalmente pessoas e objetos numa cabine. Mas foi em 1854, quando o norte-americano Elis Otis elaborou o princípio básico do sistema de segurança dos elevadores, e depois em 1880, quando o alemão Waerner Von Simens inventou o elevador elétrico, que esse engenhoso e prático dispositivo ganhou o mundo.

De lá para cá, esse, que é considerado o meio de transporte mais seguro do mundo, ganhou não só novas funções, mas também mais requinte e importância no dia a dia das pessoas, especialmente devido ao processo de verticalização nos grandes centros urbanos.

Mais do que transportar as pessoas de um andar a outro, o elevador é um equipamento que pode garantir a segurança e a privacidade das famílias que vivem no edifício. “A tendência dos empreendimentos hoje é oferecer ao consumidor elevadores privativos, que asseguram a intimidade dos moradores e dá a impressão de exclusividade. Nos elevadores privativos, que dão acesso direto ao apartamento, o sistema de biometria, ou BioPass, garante segurança”, afirma o incorporador Guilherme Pinheiro de Lima, diretor da GPL Incorporações.

Privativo
Com o desenvolvimento da tecnologia, os elevadores estão mais rápidos e com engenharia avançada, oferecendo ainda mais segurança e comodidade aos usuários. No Cenarium Vaca Brava, lançamento residencial da GPL Incorporadora, o dispositivo ganhou destaque no projeto. O empreendimento apresenta uma torre com quatro unidades por andar, mas também com quatro elevadores privativos. “Isso traz duas grandes vantagens: primeiro mais unidades na torre, o que garante uma taxa de condomínio mais baixa; e a sensação de morar em um residencial de um apartamento por andar, uma exclusividade que esse projeto proporciona, pois não há o contato com apartamentos do mesmo pavimento, garantindo privacidade ao morador”, explica o incorporador Guilherme Pinheiro de Lima, diretor da GPL.

O elevador do Cenarium Vaca Brava irá funcionar com o sistema de biometria e será programado pra levar o morador ou o visitante direta e exclusivamente até o andar solicitado. Por meio dessa tecnologia, o elevador só poderá ser acionado por pessoas cadastradas e reconhecidas pela biometria. “Apenas com o toque, o elevador autoriza a viagem até o destino. É um sistema muito seguro e prático”, destaca o incorporador.

O elevador tem mesmo um destaque no empreendimento, até o salão de festas foi projetado para ter um exclusivo para atender o local, que, de acordo com o arquiteto responsável pelo projeto, Alexandre Leite, é um elemento pouco comum nos empreendimentos de Goiânia. “O elevador será para o uso exclusivo do salão de festas, terá está acima do hall social. O dispositivo, que fará o percurso do hall, salão de festas e subsolo, atenderá aos visitantes e facilitará também a locomoção de pessoas com deficiência”, ressalta o arquiteto.

Além dos elevadores privativos, os futuros moradores do empreendimento terão um elevador de serviço maior, para a realização de mudanças e transportes de cargas em geral.

Inovação em Goiânia
Hoje, devido ao avanço tecnológico, os elevadores não levam somente você até a porta de seu apartamento, mas também o seu carro. Goiânia inaugurará um elevador exclusivo para automóveis, permitindo ao morador estacionar o veículo na garagem dentro do apartamento. A novidade foi divulgada em 2013, com o lançamento do Victorian Living Desire, residencial de alto padrão que está sendo construído também pela GPL Incorporadora em parceria com a Terral Incorporadora e Town Desenvolvimento Imobiliário. A torre está localizada numa área nobre do Setor Marista e será entregue ainda este ano.

O equipamento da montadora Atlas Schindler já está sendo instalado e será responsável por transportar os veículos dos moradores a partir do subsolo até uma garagem localizada em cada andar do residencial, que possui 31 pavimentos. O modelo do skydrive terá capacidade para conduzir até 2,5 toneladas.

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, André Janio Diniz, toda a parte estrutural para receber o elevador já está construída. A montagem das peças para colocar o equipamento já está em execução. “Toda nossa equipe foi preparada para realizar os procedimentos necessários para que o elevador seja instalado com segurança, obedecendo a todas as normas técnicas previstas”, conta. O dispositivo do skydrive contará com um sistema que irá monitorar a entrada e saída do veículo, permitindo o fechamento das portas apenas após sua completa passagem e monitorado por sensores. Somente os veículos cadastrados terão acesso ao elevador.

O diretor da GPL, Guilherme Pinheiro de Lima, ressaltou que o elevador, quando em funcionamento, será um grande marco para o setor da construção civil de Goiás, levando o Estado ao mesmo patamar de grandes e modernos centros urbanos como Singapura, Miami e Nova Iorque. “Foi um trabalho engenhoso, mas conseguimos. Tenho certeza que Goiás terá mais esse reconhecimento, o de inovação no setor imobiliário”, afirma Guilherme.  

Veja também