VIAGEM - 14/03/2020

Costa Cruzeiros anuncia pausa temporária de suas operações globais


Costa Cruzeiros reforçou ainda mais as medidas de precaução em sua frota

Costa Cruzeiros está suspendendo voluntariamente as operações globais de seus navios, impactando as viagens que seriam realizadas até o dia 3 de abril de 2020*. A decisão foi tomada diante da disseminação global do Covid-19, recentemente elevada ao status de pandemia pela Organização Mundial da Saúde, e que exige medidas extraordinárias e a contribuição de todas as partes interessadas para interromper o surto.

"Como líder do setor, sentimos que é nossa responsabilidade estar pronto para fazer escolhas difíceis quando os tempos assim exigirem", disse Neil Palomba, Presidente Global da Costa Cruzeiros. “Na Costa, sempre temos a saúde e a segurança de nossos hóspedes e tripulantes como prioridade máxima. Agora que essas circunstâncias sem precedentes exigem ações sem precedentes estamos prontos para desempenhar nosso papel e garantir que as pessoas em todo o mundo permaneçam saudáveis".

"Viajar pelo mundo a bordo de um navio da Costa Cruzeiros e explorar novos destinos e culturas é uma experiência enriquecedora. Temos realizado esse sonho para milhões de pessoas em mais de 70 anos de história, e estaremos prontos para novamente compartilhar esses momentos felizes com todos os nossos hóspedes em breve", concluiu Neil Palomba.

Nos últimos meses, a Costa Cruzeiros reforçou ainda mais as medidas de precaução em sua frota e seguiu rigorosamente as diretrizes da Organização Mundial de Saúde. No entanto, a logística de viajar pelo mundo hoje está mais desafiadora do que nunca. Com restrições crescentes adotadas por vários países, realizar operações seguras e tranquilas se tornaram significativamente complexas. 

Em um esforço para conter a emergência de saúde, a Costa Cruzeiros já havia alterado os itinerários de seus navios que desembarcam nos portos italianos até o dia 3 de abril, enquanto as operações da Costa na China estão suspensas desde o dia 25 de janeiro.

Os cruzeiros atualmente em atividade terminarão apenas para permitir que os hóspedes desembarquem e retornem aos seus locais de origem. A Costa Cruzeiros já está comunicando os agentes de viagens e clientes sobre os procedimentos para a alteração de seus embarques. 

Veja também