NEWS - 12/03/2020

Coronavírus: o que já se sabe e como prevenir



Ana Luiza Tanno

(Foto de Coyot por Pixabay)

O COVID 19, conhecido como coronavírus, já atingiu mais de 118 áreas ou países e os números de casos continuam a aumentando. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apenas na China, país de origem do vírus, e na Coréia os números passaram a diminuir.  Conforme dados atualizados pela agência ESRI, especializada em mapeamentos, a China continua sendo o país com maior número de casos, 80.981, e o governo mantém a quarentena a fim de controlar a situação. A Itália, com 12.462 casos, está em segundo lugar.

No Brasil, foi divulgado nesta manhã (12), durante coletiva de imprensa do Ministério da Saúde, que há oito novos casos confirmados, totalizando 60. Os novos registros são do Paraná, com seis, e Rio Grande do Sul, com mais dois. Estes números, porém, não levam em conta outros 19 pacientes confirmados pelas secretarias de saúde dos estados.

Além disso, são monitorados 930 casos suspeitos e outros 947 foram descartados. Dos casos confirmados 15% são por transmissão local, ou seja, quando o paciente contraiu a doença de um outro paciente que já havia testado positivo para o vírus, e os outros 51 casos são importados, isto é, de pessoas que foram ao exterior.

Entre os Estados que já confirmaram casos do coronavírus estão São Paulo (30), Rio de Janeiro (13), Bahia (dois), Minas Gerais (um), Distrito Federal (dois), Rio Grande do Sul (quatro), Paraná (seis), Alagoas (um), Espírito Santo (um).

No Distrito Federal, foi decretada, nesta quarta-feira (11), a suspensão por cinco dias de aulas em escolas e universidades privadas e públicas. Foram proibidos também eventos com mais de 100 pessoas. Em Campinas (SP), a Unicamp suspendeu as aulas por um período de 16 dias, a partir desta quinta-feira (13).

Em Goiás, são 17 suspeitos, e três casos confirmados, sendo dois em Goiânia e um em Rio Verde. Todos os pacientes são mulheres e teriam contraído o vírus após passagem pelo exterior. O prefeito de Goiânia, Iris Resende, afirmou em entrevista que o sistema de saúde municipal está preparado para possíveis casos.

Segundo a Revista Forúm, Cuba teria criado um medicamento chamado de Interferon alfa 2B (IFNrec), sendo produzido desde 25 de janeiro em uma fábrica cubana na cidade de ChangChun, província de Jilin na China. Este medicamento poderia funcionar como uma possível vacina contra o vírus.

Pandemia
Na última quarta-feira, a OMS declarou o coronavírus uma pandemia, afirmando que números de casos e de países afetados podem aumentar. Segundo a Organização, uma pandemia ocorre quando há disseminação mundial de uma nova doença. É um termo usado em referência à gripe e geralmente indica que uma epidemia se espalhou para dois ou mais continentes, para vírus com transmissões de pessoa para pessoa, como é o caso do COVID19. Uma epidemia, termo usado anteriormente para se referir ao vírus, é quando há um aumento no número de casos de uma infecção, seguido de um pico e depois uma diminuição.

Coronavírus: Sintomas, Prevenção e Transmissão
Principais Sintomas:
O coronavírus é de uma família de vírus que causa infecções respiratórias. Os primeiros sintomas podem se manifestar em até 12 dias. São eles:

Febre

Tosse

Dificuldade para respirar

Prevenção:
Lavar as mãos frequentemente

Evitar tocar nos olhos, nariz e boca

Evitar contato próximo com pessoas doentes

Ficar em casa quando estiver doente

Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar

Limpar e desinfetar objetos tocados ou usados com frequência

Transmissão:
Saliva

Espirro

Tosse

Catarro

Contato com objetos ou superfícies contaminadas

Em caso de suspeita, procure por atendimento médico mais próximo de sua residência.

 

Veja também