GASTRONOMIA - 31/12/1969

Colombina e Bretas colocam no mercado seis cervejas elaboradas por cervejeiros caseiros


Já imaginou assinar uma cerveja criada por você e vê-la sendo vendida em uma grande rede de supermercados? Parece até coisa de filme, mas esse sonho se tornará realidade para oito apaixonados por cerveja. Isso porque a Cervejaria Colombina realiza, em parceria com o Bretas, o "Laboratório Cervejeiro Bretas & Colombina”. O objetivo da ação é explorar um pouco das inúmeras possibilidades da cerveja artesanal e promover novas experiências para os amantes da bebida que leva o sabor especial do cerrado goiano.

A novidade da ação é que oito cervejeiros caseiros, que tem a prática como um hobby vão criar e testar profissionalmente suas receitas em cada edição. Os lançamentos ocorrerão a cada dois meses e caberá ao público apreciador da bebida atuar como jurado e sommelier deste desafio gastronômico. O feedback por parte dos consumidores pode ser feito pelo site www.laboratoriocervejeiro.com.br . As sugestões, elogios e comentários dos clientes serão enviados diretamente para os cervejeiros convidados. As edições são limitadas e a cerveja melhor avaliada neste período de duração do projeto entrará para o catálogo da Colombina e será comercializada na rede Bretas. Os participantes desse projeto são: Walfredo Pereira, Frederico Vinhal, Geraldo Neto, Gustavo Zanata, Clodoaldo Guimarães, Fábio Sabba, Pablo Kossa e Danilo de Melo.

Para o lançamento do projeto, o desafio lançado para o cervejeiro caseiro, Walfredo Pereira, foi o tema Páscoa. Desta forma, a primeira bebida lançada no projeto resultou em uma cerveja estilo Stout, feita com malte torrado, baunilha do cerrado e cacau belga da marca Barry Callebaut, referência no segmento de chocolaterias. “Devido ao tema do desafio, que foi a Páscoa eu tinha que dar ênfase no sabor do cacau e da baunilha. A minha intenção é que o consumidor tenha a experiência de experimentar uma bebida que remete a um ovo de páscoa líquido”, explica Walfredo, que atua como professor de física e nas horas vagas se dedica ao hobby da produção de cervejas.

Aos consumidores de sua criação, Walfredo ainda sugere: “Esta cerveja não pode estar estupidamente gelada. Para melhor harmonização eu diria que ela vai bem com um pedaço de chocolate amargo ou um bom pedaço de bolo de chocolate, certamente esta harmonização trará muita alegria quem consumir. Mas acima de tudo sugiro que todos bebam com com responsabilidade”, pontua.

A primeira bebida lançada, assinada pelo cervejeiro Walfredo Pereira (Foto: Divulgação)

Veja também