CULTURA - 10/08/2017

Chorinho está de volta ao Grande Hotel


(Luciano Climaco em apresentação no chorinho / Divulgação)

 O hóspede mais ilustre do Grande Hotel está de volta. A partir do dia 18 de agosto, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), retoma o projeto Grande Hotel Vive o Choro.

O Chorinho, como ficou conhecido, teve início em 2003 e por anos fez parte do calendário cultural da cidade, reunindo um público cativo todas as sextas-feiras em frente ao Centro de Memória e Referência Grande Hotel, na Avenida Goiás, esquina com a Rua 3.

Serão três atrações musicais por dia e na reestreia, o público poderá conferir o show do grupo Alma Brasileira, Luciana Clímaco e do grupo Heróis de Botequim.

O grupo Alma Brasileira é dirigido pelo músico Oscar Wilde, um dos idealizadores do projeto Grande Hotel Vive o Choro. O grupo é formado normalmente por cinco músicos que se revezam em vários instrumentos, proporcionando timbres e efeitos melódicos, rítmicos e harmônicos, dentro do gênero do Choro e outros gêneros afins.

A cantora e compositora goiana Luciana Clímaco, iniciou sua carreira em 2002 e desde então desenvolve um trabalho de pesquisa focado no samba raiz e choro, sendo pioneira em Goiás. Considerada versátil por atuar em diversos formatos, ela prepara para a volta do projeto Grande Hotel Vive o Choro um repertório de choros cantados, que reúne canções como Doce de Côco, de Jacob do Bandolin; Odeon, de Ernesto Nazareth e Urubu Malandro, de Braguinha.  Ela será acompanhada pelos músicos Pedro Jordão (violão 7 cordas), Adriana Losi (flauta transversal), Anderson Vinícius (bandolin) e Jaílton Rodrigues (pandeiro).  

Já o grupo Heróis de Botequim  promete animar com o público com muito samba, com repertório inspirado por grandes compositores como Adoniran Barbosa, Chico Buarque, João Bosco, Vinícius de Moraes, Geraldo Pereira , entre outros.

Anote!
Grande Hotel Vive o Choro
Quando: Sexta-feira, 18 de agosto de 2017 - das 19h às 22h
Onde: Centro de Memória e Referência Grande Hotel (Avenida Goiás, esquina com a Rua 3, Centro)
Quanto: Entrada franca

Veja também